Investimentos e novos serviços asseguram crescimento de visitantes e vendas no Via Sul

Planejamento iniciado em 2016  já mostra resultados sólidos. No acumulado do ano, o número de visitantes cresceu 20%. As vendas já somam alta de 6%


Shopping Via Sul. Foto: Divulgação

Átila Varela
atila@focus.jor.br

Com a crise econômica que acossou o varejo nacional, os shopping centers tiveram de mudar a estratégia para angariar novos clientes.  A solução foi abrir a carteira e investir, não somente em campanhas publicitárias, mas em novos serviços ao público.

A estratégia foi adotada, por exemplo, pelo Via Sul. O estabelecimento pertencente à rede carioca Ancar Ivanhoé já explora o segmento. Além da atração de novas lojas, a instalação de uma academia Smart Fit, uma agência da Caixa Econômica, implantação de uma megaunidade da Clínica SIM no shopping e uma loja da Gerardo Bastos.

“Essa é uma tendência a ser seguida. No shopping, o consumo vai acontecer de maneira natural. Agregando outros serviços que antes estavam fora, reduzindo o tempo que locomoção do visitante, auxilia ainda mais na retomada dos bons números”, explica Afrânio Câmara, superintendente do Via Sul.

O planejamento iniciado em 2016  já mostra resultados sólidos. No acumulado do ano, o número de visitantes cresceu 20%. As vendas já somam 6%. “Estamos posicionados entre dois gigantes (RioMar Fortaleza e Iguatemi). Resolvemos investir no entretenimento, no lazer e buscar novos serviços. Reformamos o cinema, alugamos nosso teatro para a empresa Net Rio e que traz diversos espetáculos do Rio de Janeiro e São Paulo para cá”, adianta.

Afrânio traz outro dado importante envolvendo a Smart Fit. “Ficamos em terceiro lugar em faturamento no ranking dos shopping centers da Ancar que possuem unidade Smart Fit”, ressalta. O primeiro lugar é ocupado pelo Shopping Metrô Itaquera, seguido do Center Vale, ambos em São Paulo.