Ilário deixa o cargo na gestão de Sarto e PT fica inteiro na oposição

Era o único petista com cargo na Prefeitura. O movimento indica que o PT vai se preparar para lançar candidato próprio em 2024


Foto: Reprodução/Instagram

Gabriel Amora
focus@focus.jor.br

O ex-prefeito de Quixadá, Ilário Marques (PT), único petista da gestão do prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), anunciou em suas redes sociais a saída do cargo de secretário de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Prefeitura.

Gostaria de agradecer publicamente ao prefeito Sarto pela oportunidade de nestes quase 12 meses conduzir como secretário as políticas públicas de direitos humanos e desenvolvimento social da prefeitura de Fortaleza”, escreveu.

“Agradeço ainda a todos os profissionais e as profissionais da assistência e direitos humanos e desejo sucesso no desenvolvimento deste importante e essencial serviço público”, disse. Importante destacar que a entrada de Ilário na gestão foi uma tentativa do PT de reaproximar a sua sigla ainda antes da ruptura com os pedetistas. 

A leitura do movimento indica que o caminho dos petistas será o de oposição. O partido está de olho na disputa pela Prefeitura da Capital nas eleições de 2024.

Sarto tem defendido que o apoio do PDT ao governo de Elmano de Freitas (PT) precisa ser uma via de mão dupla. Ou seja, o PDT apoia o PT no âmbito estadual e o PT apoia o PDT na Capital. A saída de Ilário indica que o PT não concorda com essa tese.

Em exclusiva ao Focus, a deputada Larissa Gaspar, no último domingo, durante a posse de Elmano, antecipou que “acredita que, sim, o PT lançará algum nome para a prefeitura em 2024”. “Acredito que teremos candidatura própria, mas ainda está muito distante esse debate. Precisamos ver o curso do tempo para tentar entender o que vai acontecer”, finalizou.

“Ciente de que cumpri a missão a mim confiada, agradeço mais uma vez ao prefeito Sarto e desejo todo sucesso na condução da gestão pública da capital cearense”, finalizou Ilário em seu post. 

Leia mais:

+ “Acredito que sim”, diz Larissa Gaspar sobre o PT disputar a prefeitura de Fortaleza

 

Fábio Campos

Jornalista graduado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), foi repórter de política e articulista do O Povo, o mais tradicional veículo de jornalismo impresso do Ceará, onde editou a Coluna Política por 14 anos (1996-2010) e a Coluna Fábio Campos por sete anos (2010-2017). Também foi editorialista do mesmo veículo entre 2013 e 2017. Concomitantemente às funções no jornal, editou o Anuário do Ceará por 15 anos, modernizando o conteúdo e o projeto gráfico da prestigiada publicação. Apresentou o programa Jogo Político na TV O Povo por 12 anos, ancorou o programa Contraponto na TV Cidade (Record), foi comentarista de política na TV Jangadeiro (SBT) e na rádio O Povo/CBN. Em agosto de 2017 iniciou a startup Focus.jor.