IDT considera 16,2 mil vagas captadas até o fim do primeiro trimestre de 2023

Considerando o realizado nos últimos quatro anos, no primeiro trimestre destacam-se a oferta de vagas nas ocupações de alimentador de linha de produção, assistente administrativo, vendedor do comércio varejista, teleoperador, garçom, trabalhador da pecuária e servente de obras, dentre outras


Trabalhadores autônomos foram mais prejudicados por pandemia em 2020, diz Ipea. Foto: divulgação.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT) estima que aproximadamente 16,2 mil vagas sejam captadas no primeiro trimestre de 2023. Os dados levam em consideração a dinâmica do mercado de trabalho, bem como os números registrados em anos anteriores.

“Diariamente, estamos captando novas oportunidades, em diversas ocupações. Hoje, são mais de mil vagas ofertadas e o trabalhador precisa estar atento às expectativas das empresas para otimizar a sua participação nas entrevistas. O IDT oferece ainda oficinas para auxiliar durante esse processo”, diz o presidente do Instituto, Vladyson Viana.

Atualmente, o Instituto possui 1.646 oportunidades disponíveis em todo o Ceará, incluindo ofertas destinadas para pessoas com deficiência.

Considerando o realizado nos últimos quatro anos, no primeiro trimestre destacam-se a oferta de vagas nas ocupações de alimentador de linha de produção, assistente administrativo, vendedor do comércio varejista, teleoperador, garçom, trabalhador da pecuária e servente de obras, dentre outras.

Com informações da Prefeitura de Fortaleza