Heitor Férrer critica política de segurança pública dos governos de Cid e Camilo

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa do Ceará, o parlamentar volta do crescimento da violência no estado do Ceará no último ano.


Heitor Férrer critica política de segurança pública dos governos de Cid e Camilo. Foto: Júnior Pio

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O deputado estadual Heitor Férrer (Solidariedade) criticou, nesta quarta-feira, 13, a política adotada na área da segurança pública pelo ex-governador Cid Gomes e pelo atual, Camilo Santana.

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa do Ceará, o parlamentar volta do crescimento da violência no estado do Ceará no último ano.

“Pobreza, desesperança, frustrações, drogas, facções, violência. Essa é a equação da violência! Sem políticas públicas para partir os elos dessa corrente, vamos continuar enxugando gelo e hoje a violência no estado do Ceará recrudesceu. O ano de 2006 terminou com 1.793 assassinatos, fim do governo Lúcio. A nova era do Ceará, no governo dos Ferreira Gomes, nos dá hoje mais de 4 mil homicídios por ano. Não é mais possível continuar dessa forma”, afirmou.