Hapvida inaugura polo de medicina inteligente em Recife; empresa investiu R$ 46 milhões

Segundo a companhia cearense, a central inteligente será capaz de processar com eficiência 95% dos exames realizados mensalmente pela rede - cerca de 2,6 milhões de análises por mês


Núcleo foi construído pelo Hapvida e pela Roche. Foto: Divulgação

Átila Varela
atila@focus.jor.br

O Hapvida e a Roche Diagnóstica do Brasil inauguraram hoje, 19, seu Núcleo Técnico Operacional (NTO) – polo de medicina diagnóstica inteligente em Recife. O investimento global é da ordem de R$ 46 milhões.

Segundo a companhia cearense, a central inteligente será capaz de processar com eficiência 95% dos exames realizados mensalmente pela rede – cerca de 2,6 milhões de análises por mês.  A unidade é a primeira da Roche fora da Europa.

As novas instalações são automatizadas e irão reduzir custos e integrar os resultados dos testes com o sistema de registros médicos eletrônicos proprietários do Hapvida.

“O NTO tem capacidade para processar rapidamente tanto testes mais simples quanto os mais complexos, aumentando o nível de verticalização de exames laboratoriais e otimizando a utilização de nossa capacidade produtiva, sem qualquer intervenção humana, aumentando a confiabilidade dos resultados”, afirma Jorge Pinheiro, CEO do Hapvida.