Hacker invade celular de Moro e política de proteção cibernética do Governo é colocada em xeque

A Polícia Federal investiga o caso


O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O ministro a Justiça, Sérgio Moro, teve o celular “hackeado” ontem, 5. A Polícia Federal investiga o caso. De acordo com o site Uol, o autor da invasão teria utilizado o aparelho para enviar mensagens. Às 18 horas, Moro recebeu uma ligação do próprio número. Ao atender, o estranho desligou. As mensagens estavam sendo trocadas via Telegram.

A segurança do presidente foi colocada em xeque. Isso porque o Bolsonaro utiliza muito o WhatsApp para tratar de assuntos relacionados ao Governo.