Guedes afirma que auxílio emergencial terá mais 3 parcelas; valor ainda não foi confirmado

O ministro disse que novos programas sociais serão lançados, sem dar detalhes das medidas


Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo concederá pelo menos mais três parcelas do auxílio emergencial. O representante não confirmou o valor das parcelas, mas se pronunciou durante audiência pública no Congresso Nacional.

“Até agora nós demos os três meses iniciais (de auxílio emergencial) e estendemos por mais três meses. Se (a curva de contágio do coronavírus) não descer vamos pensar em quanto tempo vamos segurar o fôlego. Estamos contando que esse é o quadro, a pandemia deve retroceder e estaremos fazendo o retorno seguro ao trabalho”, disse.

Guedes iniciou a audiência pública afirmando que Bolsonaro faria o anúncio e que ele não anteciparia o número de parcelas e o valor que será pago. O ministro ainda pontuou que novos programas sociais serão lançados, sem dar detalhes das medidas.

“Dentro de dois, três meses, assim que acabar o auxílio emergencial que estamos estendendo, vamos anunciar os novos programas. O Renda Brasil, o Programa Verde Amarelo. São programas sociais importantes para estimular a retomada do crescimento”, ressaltou.