Greenwald: “Moro está fingindo que tem amnésia”

Jornalista participou ontem, 11, de uma audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ)


Glenn Greenwald. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O jornalista Glenn Greenwald afirmou que não irá entregar às autoridades as mensagens trocadas por procuradores e pelo ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro. Segundo ele, a prática não existe nas democracias. Greenwald participou ontem, 11, de uma audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ).

O pedido para que o jornalista entregasse o material para a Polícia Federal brasileira ou para instituições americanas partiu do senador Marcos do Val (Cidadania-ES), que disse não acreditar na perícia feita pelo The Intercept.

Greenwald afirmou que essa “permissão para publicar” não existe em democracias, apenas em países autoritários, e que nenhum profissional da imprensa no mundo entregaria seu material para o FBI ou para CIA antes de publicar. Ele destacou que a autenticidade foi verificada por peritos do próprio Intercept e por outros veículos de imprensa, como o jornal Folha de S.Paulo e a revista Veja.

Na sequência, afirmou que moro finge amnésia. — Sergio Moro está fingindo que tem amnésia. Eu acho que ninguém acredita em Moro quando ele diz que não lembra nada, nem uma palavra. Ele pediu desculpas quando chamou os membros do MBL de tontos, aí ele lembrou. Quando tem benefício para ele, ele lembra e se desculpa”, disparou.