Governo e Toyota assinam memorando com meta de uma fábrica no Ceará

“O objetivo central chegar a ter uma produção de veículos no Ceará”, disse ao Focus o secretário Maia Júnior


Presidente da Toyota Brasil, Rafael Chang, e o governador Camilo Santana, assinam memorando de entendimento na sede da Toyota, em São Paulo.

Átila Varela
atila@focus.jor.br

O governador Camilo Santana assinou na tarde desta sexta-feira, 14, um protocolo de entendimento com a japonesa Toyota. Nesse sentido, foi criado um grupo de trabalho para discutir futuros negócios com o Ceará.

Focus apurou que, entre as possibilidades, a fabricante asiática projeta uma unidade no Estado. O empreendimento pode ser voltado à produção de modelos elétricos. Não se trata de rumorEssa é a meta que o Governo persegue.

“O objetivo central chegar a ter uma produção de veículos no Ceará”, disse ao Focus o titular Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), Maia Júnior. Determinante será o trabalho realizado para o futuro desenho com a asiática. “Vamos iniciar uma frente de estudos a quatro mãos. Agendaremos uma reunião para montar o cronograma do trabalho”, destacou o secretário.

A fabricante japonesa projeta até 2025 produzir automóveis elétricos. O País estaria no rol e, o Ceará, um parceiro estratégico na entrada e saída de modelos produzidos – considerando o uso do Porto do Pecém para escoar a produção para mercados da América Latina.

Enquanto a possível unidade não chega, a Toyota segue comemorando as vendas do Corolla e da Hilux no Estado.

Leia Mais
+Exclusivo: Ceará negocia fábrica de automóveis com a Toyota