Gilmar Mendes substitui prisão de doleiro por fiança de R$ 5 milhões

Segundo o MP, NIssin Chreim é apontado por evasão de divisas, por ter enviado dinheiro desviado para o exterior, num caso envolvendo o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (MDB).


Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O ministro do STF, Gilmar Mendes, derrubou  o decreto de prisão contra o doleiro Nissim Chreim e determinou a substituição por fiança de R$ 5 milhões. “Defiro a liminar para substituir a prisão preventiva decretada em desfavor do paciente pelas seguintes medidas cautelares: fiança no valor de R$ 5 milhões, entregar seus passaportes à Secretaria do Juízo, no prazo de 48 horas após o desembarque no País, proibição de manter contato com os demais investigados, com exceção de seus familiares”, diz Gilmar, na decisão.

Segundo o MP, Chreim é apontado por evasão de divisas, por ter enviado dinheiro desviado para o exterior, num caso envolvendo o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (MDB).

HC 177.246