Fortaleza Esporte Clube sensibiliza torcedores sobre população em situação de rua na pandemia

Só na capital cearense, são mais de três mil pessoas que vivem nas ruas, sem higiene, sem comida, sem família


Há 13 anos Oswaldo Silva Moraes mora nas ruas e não recebe nenhum tipo de assistência ou cuidado. Foto: Reprodução/Instagram.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Uma ação do Fortaleza Esporte Clube tem usado imagens realistas para sensibilizar sobre o drama enfrentado, nesta pandemia, pela população em situação de rua. A campanha, nas redes sociais, assinada pelo departamento de marketing, mostra que existem muitos que não têm a mesma sorte dos craques do futebol e que merecem a preocupação da sociedade.

Só na capital cearense, são mais de três mil pessoas que vivem nas ruas, sem higiene, sem comida, sem família. Uma situação ainda mais grave em tempos de pandemia. Com criação de Sidarta Arruda e direção de arte de Harrison Farias, o Fortaleza Esporte Clube quer divulgar o projeto “Shalom Amigo dos Pobres”, da Comunidade Católica Shalom.

A iniciativa oferece alimentação e acolhimento para essa parcela da população. O objetivo é mobilizar novos voluntários e doações. Qualquer pessoa pode ajudar com valores a partir de R$ 20, se voluntariando, ou até mesmo doando alimentos ou material de higiene através de um delivery. Mais informações: amigodospobres.org