Fortaleza Empreendedora: Maurício Filizola conta sua inspiradora história como empreendedor e líder sindical

O farmacêutico e empresário revela como usou a hiperinflação ao seu favor; investiu na formação da rede de farmácias Santa Branca; montou uma distribuidora de medicamentos; e criou uma marca própria de polivitamínicos e minerais. Em sua trajetória, Filizola também se destacou entre os players do mercado, tornando-se presidente do Sindicato do Comércio Varejista dos Produtos Farmacêuticos do Estado do Ceará e do Sistema Fecomércio


 

Maurício Filizola, em entrevista para a websérie “Fortaleza Empreendedora”.
Maurício Filizola, em entrevista para a websérie “Fortaleza Empreendedora”.

Ludovica Duarte
luduarte@focus.jor.br

O empreendedor tem por premissa a ousadia de colocar suas ideias em prática; investir em seus sonhos; apostar no seu talento. Há empreendedores que, além de tudo isso, são líderes natos. É o caso de Maurício Filizola, sétimo personagem da websérie Fortaleza Empreendedora: histórias que inspiram, que na presidência da rede de farmácias Santa Branca tornou-se líder sindical. Atualmente, está no comando do Sistema Fecomércio, Sesc, Senac, IPDC no Ceará.

Piauiense, o mais velho de oito irmãos, Maurício Filizola desde criança buscou meios de ganhar seu próprio dinheiro. Na infância e juventude costumava reunir os primos para vender mercadorias na feira de São Benedito, interior do Ceará. “Tive uma professora de matemática que tinha um armazém e vendia gêneros alimentícios. Nas sextas-feiras, eu pegava os primos e pedia pra que ela fornecesse as mercadorias em sacos menores. Pegava uma mesa lá da vó e ia pra feira vender os produtos”, lembra. Essa foi a primeira experiência de Filizola com compra, venda e relacionamento com o cliente.

Sr. Francisco Filizola de Carvalho, seu pai, também foi uma importante referência de empreendedorismo na sua vida. “Meu pai pra manter a família viajava bastante. Comprava artigos como rapadura e café e levava para vender no interior do Ceará. E eu desde pequeno ia com ele vendo como era aquele movimento”, explica.

Em Fortaleza (CE), terminou seus estudos e, em 1980, iniciou sua graduação no curso de Farmácia da Universidade Federal do Ceará (UFC). “Na Faculdade, estava sempre em busca de aprendizado. Isso me fez conhecer mais sobre medicamentos”. Em 1986, fez especialização voltada para a Indústria e, em 2006, se especializou em Varejo, pela Fundação Instituto de Administração da Universidade de São Paulo (SP).

Ao concluir a faculdade, Filizola passou em um concurso para oficial do exército para atuar em Teresina – PI, onde permaneceu por 1 ano. Quando retornou para Fortaleza, em 1986, investiu suas economias na inauguração daquela que seria a primeira unidade de uma futura rede: a Farmácia Filizola. “Comecei com ela muito pequena, contando com o financiamento das mercadorias por parte de um distribuidor; primeiro ponto alugado. E eu fazia de tudo: era farmacêutico, atendente de balcão, era o caixa, o entregador, pegava a bicicleta pra fazer a entrega. Lembro que não tinha um horário de folga. Era praticamente de domingo a domingo, eu e meu irmão, que também é farmacêutico”, recorda.

Três anos depois, Filizola administrou a primeira expansão da empresa, contando com três farmácias em 1989. Segundo o empresário, era um período diferente dos atuais, com os desafios da hiperinflação e os planos “meio malucos” do governo federal. “Mas, mesmo assim, consegui equilibrar e passar pelas dificuldades. Aquilo ajudava bastante. Comprava mercadoria de um dia pro outro, conseguia manter estoque e acabava que rendia bastante, não era nem com a venda, era as vezes, comprando só a mercadoria”, explica.

A partir de 1996, passou a dividir suas atividades empresariais com as responsabilidades como líder sindical. “Fui chamado para participar pela primeira vez de uma reunião de sindicato”, lembra. Ingressou no Sindicato do Comércio Varejista dos Produtos Farmacêuticos do Estado do Ceará, do qual tornou-se presidente em 1998. Permaneceu no cargo até 2010.

Entre 2006 e 2010, Maurício Filizola também atuou como diretor tesoureiro da Fecomércio e em 2014 recebeu o convite de Luiz Gastão para integrar a chapa como Vice-Presidente. Passou a acompanhar de perto as ações do Sistema Fecomércio e compartilhar das principais decisões. Em 2019, Filizola assumiu a presidência do Sistema Fecomércio, Sesc, Senac, IPDC no Ceará.

“Toda a alimentação, não só do nosso sistema, mas até mesmo do poder público, vem da iniciativa privada, de todos os setores. Esta força motora que faz com que tudo aconteça, ela vem do empreender”. Esta afirmação revela muito de Maurício Filizola como presidente do Sistema Fecomércio.

Ainda em 2000, em meio ao seu envolvimento com os movimentos sindicais, Filizola desenvolveu o rebranding da rede de farmácias para Santa Branca. Quatro anos depois montou uma distribuidora de medicamentos. Atualmente, atua no varejo e no atacado, contando com 14 lojas na capital e no interior do estado, uma distribuidora na área hospitalar, além de uma linha de fabricação própria de polivitamínicos e minerais. Ao todo, gera 154 empregos diretos, com um crescimento estimado em 25% ao ano.

Filizola divide a gestão da empresa com sua esposa Laura, que também integra a composição societária. “Hoje, a Laura está numa missão de empreendedorismo, em aprimoramento de gestão da empresa. Muitas vezes, quando estou aqui na Federação, ela está lá dentro da empresa, tocando o negócio. E é um compartilhar”, declara.

A rede de farmácia investe em um novo plano de expansão. “Estamos concluindo uma consultoria com o IXL de Boston e somente em dezembro estaremos com o plano de expansão totalmente elaborado. O que posso adiantar é que na execução deste, existe muitas parcerias profissionais e empresariais”, revela Maurício Filizola para a websérie Fortaleza Empreendedora.

O projeto “Fortaleza Empreendedora: histórias que inspiram” é uma realização da Focus.TV, com a direção geral de Fábio Campos, produção e roteiro de Ludovica Duarte, filmagem e edição da ADJETIVA Vídeo Branding e apoio da Prefeitura de Fortaleza, Libercard e Grupo Marquise, com apoio cultural da Fundação Capistrano de Abreu.

Leia mais
+Assista ao primeiro episódio da websérie “Fortaleza Empreendedora: histórias que inspiram”
+Fortaleza Empreendedora: conheça a história de Severino Ramalho Neto que, de um momento desafiador, despertou para o empreendedorismo
+Severino Neto conta sua trajetória na estreia da série “Fortaleza Empreendedora”, nova produção do Focus.jor
+Fortaleza Empreendedora: conheça a inspiradora história de Ana Lúcia Mota na gestão da Cerbras
+Fortaleza Empreendedora: a inspiradora história do vendedor de pipocas que tem uma “rede” de carrinhos e é palestrante do Sebrae
+Na série Fortaleza Empreendedora, Crica Bezerra: do mercadinho de bairro ao Grupo Geppos
+Fortaleza Empreendedora: O empreendedor que transformou o seu hobby em uma lucrativa cervejaria
+O atendente que, em 10 anos, se tornou sócio proprietário de um restaurante do Outback
+Fortaleza Empreendedora: Jayme Leitão fala sobre empreender, projetando e apostando em novos conceitos