Fortaleza Empreendedora: conheça a inspiradora história de Ana Lúcia Mota na gestão da Cerbras

A empresária assumiu a fábrica de cerâmica após o falecimento do marido e, com a ajuda da família e de colaboradores, transformou a empresa familiar referência no mercado nacional e internacional de pisos e revestimentos cerâmicos.


Ana Lúcia Mota, em entrevista para o projeto “Fortaleza Empreendedora”

Ludovica Duarte
luduarte@focus.jor.br

No segundo episódio da websérie “Fortaleza Empreendedora: histórias que inspiram”, Ana Lúcia Mota conta como encarou o desafio de assumir a gestão da Cerbras, após o falecimento repentino do marido, Tarcísio Mota, apenas 4 anos após a fundação da fábrica. Os desafios nos primeiros anos de transição fizeram com que Ana Lúcia assumisse uma postura empreendedora a frente do negócio do marido, com profunda consideração por seus colaboradores e clientes. A empresária atribui o sucesso da empresa à família, aos funcionários e às diversas situações em que o acaso conspirou a seu favor.

No início, a inexperiência na administração da fábrica, problemas com desvios na empresa e a qualidade inferior da matéria prima da produção foram algumas das principais dificuldades que Ana Lúcia enfrentou quando, de maneira repentina, teve que assumir a gestão da fábrica. Em 1994, o empresário Tarcísio Mota morreu de um ataque cardíaco fulminante. Ana Lúcia, que na época já trabalhava com o marido, mas se negava a assumir o papel de gestora, confiou a administração da fábrica a uma equipe de colaboradores, que já trabalhava ao lado de Tarcísio, e a seu irmão Júlio César, que se prontificou em ajudar.

“Ana Lúcia, tu é dona também”, lembra o que o esposo dizia. Mas, ela não achava que tinha talento para gerenciar. Preferia ficar “observando” o trabalho do marido, que era muito centralizador. E, por ser muito observadora, aos poucos foi compreendendo os processos e, em 2000, assumiu a administração da empresa.

Sempre preocupada com seus colaboradores, no período de dificuldades, Ana Lúcia fez questão de reunir todos para informar que não iria abandoná-los e prometeu que “no dia que a fábrica melhorar, no dia que tiver lucro, vocês terão participação nos lucros”. E desde 2003 (com exceção de 2016 – um ano muito difícil) o compromisso com os colaboradores está sendo honrado.

“Eu fiz dos funcionários parceiros”, declara orgulhosa. Atualmente, a Cerbras possui 920 funcionários. Além do custeio de bolsas de estudo para os colaboradores, a fábrica bonifica-os com um 14º salário, resultado da participação nos lucros da empresa.

E foi a dedicação e lealdade dos funcionários que contribuíram para que a Cerbras começasse a superar a crise em 2001. Com a visão empreendedora de investir no colaborador, a fábrica passou a produzir mais e melhor. Ana Lúcia e a família investiram recursos próprios para honrar com os compromissos financeiros da fábrica. Identificou e eliminou os casos de desvio na empresa e investiu na qualidade dos produtos, no aperfeiçoamento dos processos de produção.

A Cerbras iniciou em 1990, produzindo 120.000m²/por mês de cerâmica. Hoje, possui cinco linhas de produção, com fabricação diária de cerca de 93.000m de cerâmicas e porcelanatos. Neste ano, está ampliando seu mix de produtos, investindo em um novo tipo de cerâmica polida. A fábrica já exporta para mais de 30 países, integrando o ranking das 10 maiores empresas do Brasil no segmento.

Ana Lúcia Mota divide a gestão da empresa com os três filhos, Ticiana, diretora administrativa, Felipe, diretor financeiro e de logística, e Mariana, diretora industrial e de marketing. A Cerbras já está na terceira geração da família Mota.

O projeto “Fortaleza Empreendedora: histórias que inspiram” é uma realização do Focus.Jor, com a direção geral de Fábio Campos, produção de Ludovica Duarte, roteiro de Carol Macêdo, filmagem e edição da ADJETIVA Vídeo Branding e apoio da Prefeitura de Fortaleza e Libercard, com apoio cultural da Assembleia Legislativa e Fundação Capistrano de Abreu.

Leia mais
+Assista ao primeiro episódio da websérie “Fortaleza Empreendedora: histórias que inspiram”
+Fortaleza Empreendedora: conheça a história de Severino Ramalho Neto que, de um momento desafiador, despertou para o empreendedorismo
+Severino Neto conta sua trajetória na estreia da série “Fortaleza Empreendedora”, nova produção do Focus.jor