Flávio Bolsonaro desmente informações sobre lavagem de dinheiro: “Continuo sendo vítima”

Relatório do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) foi vazado pela revista Veja. De acordo com o periódico, Flávio teria investido R$ 9,4 milhões em imóveis e lucrado R$ 3 milhões nas negociações enquanto deputado estadual


Flávio Bolsonaro. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Relatório do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) aponta que existem indícios de que o senador Flávio Bolsonaro comprou e vendeu imóveis para lavar dinheiro. De acordo com o Renova, há elementos que indicam prática de organização criminosa em seu gabinete na Assembleia Legislativa do estado, enquanto deputado federal. Flávio teria investido R$ 9,4 milhões em imóveis e lucrado R$ 3 milhões nas negociações.

Os documento, vazado pela revista Veja, foi rebatido pelo parlamentar. “Não são verdadeiras as informações vazadas na revista Veja acerca de meu patrimônio. Continuo sendo vítima de seguidos e constantes vazamentos de informações contidas em processo que está em segredo de justiça”, disse Flávio.

“Os valores informados são absolutamente falsos e não chegam nem perto dos valores reais. Sempre declarei todo meu patrimônio à Receita Federal e tudo é compatível com a minha renda”, completou.

O parlamentar também criticou o vazamento de informações. “Apenas lamento que algumas autoridades do Rio de Janeiro continuem a vazar ilegalmente à imprensa informações sigilosas, querendo conduzir o tema publicamente pelos meios de comunicação e não dentro dos autos”.

Leia Mais
+“Querem me atingir? Venham pra cima de mim!”, dispara Bolsonaro sobre perseguição ao filho Flávio