FHC: é hora de uma aliança de centro progressista

Segundo o ex-presidente, uma aliança de centro progressista, para se contrapor ao conservadorismo de Bolsonaro, contra o ultraliberalismo do ministro da Economia, Paulo Guedes, e contra o esquerdismo do PT.


Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou nesta sexta-feira, 8, que o momento é da construção de uma aliança de centro progressista, para se contrapor ao conservadorismo de Bolsonaro, contra o ultraliberalismo do ministro da Economia, Paulo Guedes, e contra o esquerdismo do PT. A afirmação foi feita ao blog do jornalista Tales Farias, do UOL.

“O STF deixou a liberação dos condenados nas mãos das instâncias inferiores: em tese, cadeia só com trânsito julgado; salvo se os julgadores explicitarem o contrário. Haverá pedidos de liberação. Acho difícil, no caso do Lula, uma decisão pela continuidade da prisão”, afirmou.

Mas o ex-presidente tucano faz uma ressalva importante, do ponto de vista legal: “Lula, contudo, continua tendo ‘ficha suja’. Em tese não poderia se candidatar. Poderá agir politicamente e tem competência para tal.”.