Exclusivo: com investimento de até R$ 6 bi, termelétrica no Pecém vai gerar 80% da energia consumida no Ceará

Unidade de geração de energia UTE Portocem ficará situada em um local onde anteriormente estava prevista a antiga Refinaria Premium da Petrobras


Usina termelétrica. Foto: Reprodução Google

Átila Varela
atila@focus.jor.br

Exclusivo: Com investimentos de até R$ 6 bilhões (podendo ser fracionado ao longo dos anos), a empresa Portocem Energia quer construir uma usina termelétrica no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP). O empreendimento tem potência de geração de 2.189,6 MW.

A UTE é dividas nos módulos I, II e III. Na primeira, são 1,047 MW. Os eixos II e III possuem respectivamente 571,3 MW de capacidade de geração. A unidade ficaria a 14 quilômetros do Porto do Pecém, na área antes destinada à refinaria premium da Patrobras, que foi abortada. Nesse sentido, um gasoduto interligaria o empreendimento aos navios gaseiros.

A UTE Portocem também terá uma estação de captação de água do mar utilizada para a operação. O projeto não contempla o uso de água doce dos açudes da região. Segundo apuração do Focus, a capacidade geradora projetada é capaz de suprir 80% de toda a energia elétrica consumida no Ceará.

“A unidade de geração de energia UTE Portocem está situada em um local, onde anteriormente estava prevista a antiga Refinaria Premium da Petrobras. Para o EIA/Rima da UTE Portocem, o local foi estudado novamente. Portanto, já é um lugar que foi bastante analisado na parte ambiental”, declarou a empresa

Por fim, haverá também uma adutora de retorno e emissário submarino para o lançamento dos efluentes líquidos tratados no mar. O comprimento é de 13 quilômetros.