Eunício comanda convenção do MDB e sela a aliança informal com Cid Gomes

Chamou a atenção a ausência de pedetistas no evento que contou com a representação de diversos partidos


Por Edvaldo Araújo
edvaldo@focus.jor.br

Com a presença do governador Camilo Santana (PT), o senador Eunício Oliveira comandou a convenção do MDB do Ceará neste sábado selando a aliança informal que marcará a trajetória da sigla na campanha de 2018. Em seu discurso, Eunício se dirigiu a um auditório lotado pedindo o engajamento nas campanhas pela reeleição de Camilo, a eleição de Cid para o Senado e pela sua própria reeleição.

Chamou a atenção a ausência de pedetistas no evento que contou com a representação de diversos partidos. Estavam lá, por exemplo, os deputados federais Odorico Monteiro (PSB) e Gorete Pereira (PR). Camilo Santana era o único representante do PT que não enviou nenhum dirigente estadual da sigla.

Na sua fala, Eunício tratou o ex-presidente Lula como o maior presidente da História do País lembrando, entre outras obras, o projeto da Transposição.

“Você é o meu candidato a senador no Ceará”, disse Camilo a Eunício durante o evento. O governador pediu voto para o emedebista e falou em nome de Cid, que estaria resolvendo as pendências das coligações.

O cartaz da campanha: Eunício candidato ao Senado ladeado por Cid e Camilo