Estudo revela que cada infectado com COVID-19 passou a doença para outras três pessoas no Brasil

A pesquisa foi conduzida por cientistas das universidades de São Paulo (USP) e Oxford, além do Imperial College de Londres


Coronavírus. Foto: Reuters.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Estudo publicado nesta sexta-feira, 31, na revista científica Nature mostrou que cada pessoa infectada com o novo coronavírus no País passou a doença para outras três pessoas nos meses de fevereiro e maio.

A pesquisa foi conduzida por especialistas das universidades de São Paulo (USP) e Oxford, além do Imperial College de Londres.

De acordo com o G1, o País teve uma taxa de transmissão mais alta se comparado com Itália, França, Reino Unido e Espanha. Para os países a estimativas ficaram entre 2,5 e 2,6. Os valores apontam que, na média, duas ou três pessoas eram infectadas com o novo coronavírus.

“Também observamos a rápida disseminação da COVID-19 no Brasil, com municípios mais populosos e com melhor conexão sendo afetados mais cedo e municípios menos populosos sendo afetados em um estágio posterior da epidemia”, ressalta o documento.