Estreia do filme “Marighella” no País é cancelada

A produtora do longa, O2, afirmou que não conseguiu cumprir os trâmites solicitados pela Agência Nacional do Cinema (Ancine). Também não há nova data para que o filme chegue às salas de exibição


Foto: Reprodução

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A estreia do filme “Marighella”, dirigido por Wagner Moura, foi cancelada. A película estava prevista para ser exibida no dia 20 nos cinemas do País. A produtora do longa, O2, afirmou que não conseguiu cumprir os trâmites solicitados pela Agência Nacional do Cinema (Ancine). Também não há nova data para que o filme chegue às salas de exibição.

“Marighella segue sendo apresentado com muitos sucesso em vários festivais de cinema no mundo. Nosso objetivo principal sempre foi a estreia no Brasil. Os produtores e a distribuidora Paris Filmes vão seguir trabalhando para que isso aconteça”, disse a empresa por meio de nota.

Em janeiro, o filme recebeu críticas na internet pela cor da pele do comunista. No papel principal,  Seu Jorge interpreta o guerrilheiro. Em vez de negro, Marighella era mulato.

Após ser expulso do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Marighella fundou a Ação Libertadora Nacional (ALN), considerado um grupo terrorista no País. Além da luta armada, escreveu o Minimanual do Guerrilheiro Urbano.