Em vídeo, Bolsonaro diz que laboratórios do Exército vão fabricar a Cloroquina

É importante lembrar que, até aqui, só há estudos preliminares a respeito da eficácia desse medicamento no combate ao coronavírus.


Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Seguindo a linha adotada por Donald Trump, nos EUA, Jair Bolsonaro determinou que os laboratórios do Exército ampliem a produção de cloroquina, o medicamento usado contra a malária e reumatismo, cujo uso na tentativa de combater a doença começou na França com resultados promissores. “Decidimos que os laboratórios químicos e farmacêuticos do Exército devem ampliar imediatamente a produção desse medicamento”, disse o presidente em vídeo publicado nas redes sociais.

Bolsonaro ainda lembrou que a Cloroquina produzia no Brasil não será mais exportada. É importante lembrar que, até aqui, só há estudos preliminares a respeito da eficácia desse medicamento no combate ao coronavírus.

– Hospital Albert Einstein e a possível cura dos pacientes com o Covid-19.

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Saturday, March 21, 2020

Leia Mais
+Trump pede que Hidroxicloroquina + Azitromicina sejam usados imediatamente
+Hospital Albert Einstein vai testar a hidroxicloroquina contra o COVID-19
+Cloroquina, antigo e barato medicamento, pode ser a luz no fim do túnel contra a COVID-19
+Contra COVID-19, EUA trabalham para aprovar uso da Cloroquina em tempo recorde
+Brasil já usa cloroquina para casos graves do COVID-19 e inicia produção em massa do medicamento