Em três anos, GNR Fortaleza produziu mais de 70 milhões de m³ de biometano

O empreendimento está no Aterro Sanitário Municipal Oeste de Caucaia (Asmoc) e é operado pela Marquise Ambiental e Ecometano


Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A usina GNR Fortaleza, construída e operada pela Marquise Ambiental e Ecometano, produziu mais de 70 milhões de m³ de biometano em três anos de operação.

O empreendimento está no Aterro Sanitário Municipal Oeste de Caucaia (Asmoc).

“Desde a sua inauguração, a produção da GNR Fortaleza vem em uma crescente e hoje representa 15% do consumo diário da Cegás.O metano capturado, que iria para atmosfera, além de gerar riqueza, evita a emissão de um gás 21 vezes mais nocivo para o meio ambiente do que o CO2”, afirma Hugo Nery, diretor da Marquise Ambiental.