Ellalink conclui instalação de cabo submarino que liga Fortaleza à Europa

O valor do investimento foi de 150 milhões de euros - R$ 993 milhões na cotação atual


Cabo Ellalink. Foto: Divulgação Ellalink

Átila Varela
atila@focus.jor.br

A Ellalink concluiu a instalação do cabo submarino que liga Fortaleza à cidade de Sines, em Portugal. O valor do investimento foi de 150 milhões de euros – R$ 993 milhões na cotação atual.

O equipamento permitirá que a troca de conteúdo entre América Latina e Europa sem a passagem pelos servidores dos Estados Unidos. O projeto era pensado desde a década passada.

Em parceria com a Infinera, a Ellalink vai oferecer novos produtos e serviços avançados ao cliente, suportando mais de 100 Tbps entre Portugal e Brasil. Além disso, a rede irá suportar uma ligação de 30 Tbps de Portugal à Madeira, com um caminho adicional de 40 Tbps entre Portugal e Marrocos no futuro.

“Tenho o orgulho de anunciar que concluímos com sucesso a instalação do cabo submarino de 6.000 km, fornecendo à EllaLink o sistema robusto de que precisa para suportar a rede por toda a sua vida útil. A solução ICE6 da Infinera é ideal para nós, superando outros equipamentos 800G disponíveis. Juntamente com nossas rotas de fibra diferenciadas, Infinera e ICE6 nos fornecerão os meios para oferecer aos nossos clientes produtos e serviços avançados desde o primeiro dia, em maio de 2021 ”, disse Diego Matas, Diretor de Operações da EllaLink.

Aconragem em Fortaleza

Em dezembro de 2020, a Ellalink concluiu a ancoragem do cabo submarino em Fortaleza.

À época, o titular da Sedet, Maia Júnior, o equipamento fortalece uma infraestrutura que está sendo montada no Ceará há alguns anos, altamente propícia para o desenvolvimento do Hub Tecnológico.