Os candidatos terão quantos dias para falar de suas propostas até as eleições? Cortez Responde.

O tempo de duração da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV será menor nestas eleições, assim decidiu o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 


O advogado Frederico Cortez.

Fala, Cortez!
Tira-dúvidas jurídico sobre as Eleições

Prezados leitores e leitoras do Focus, peguem suas folhinhas de calendário e marquem. Do dia 31 de agosto de 2018 até o primeiro domingo de outubro, data da realização do 1º turno das eleições, vocês terão somente 35 dias para assistirem/ouvirem e escolherem os seus candidatos. Se é que já não os têm! Por via das dúvidas, de olho na telinha ou no fone de ouvido. Atenção às promessas mirabolantes.

A lista de candidatos para o 1º turno vai exigir de vocês uma colinha básica, para não haver confusão no dia. A lei permite a colinha, ok. Já o 2ª turno será mais fácil de decorar os candidatos em que votarão, no dia 28 de outubro. Governador e Presidente da República, nada além. Vejam bem, somente haverá 2º turno se o candidato vencedor não tiver mais da metade dos votos apurados, deixando de fora os votos nulos e brancos, em primeiro turno. Atenção nas pesquisas eleitorais, certo?

Ah, no 2º turno, os candidatos vencedores da primeira batalha terão somente 21 dias até o dia da votação final. Resistência física é fundamental, além de mental. Uma dica para os candidatos: estudem e revisem os textos. Nas eleições deste ano não teremos mais 45 dias de propaganda política gratuita no rádio e na TV, como anteriormente. Um alívio para muitos eleitores que já não aguentavam mais essa fórmula manjada.

Dúvidas sobre a campanha, o que pode e o que não pode? Pode perguntar que eu terei o maior prazer em responder. Me envie um e-mail: cortez@focus.jor.br