Em Fortaleza, Haddad chama Bolsonaro de “soldadinho de araque”

Haddad, Manuela Dávila e Guilherme Boulos (PSOL), acompanhados do governador Camilo Santana (PT), devem seguir agora a tarde para o Cariri, onde participam de uma carreata e um comício no Crato. 


Edvaldo Araújo
edvaldo@focus.jor.br

O candidato a presidente Fernando Haddad (PT) resolveu subir os tons da critica ao candidato Jair Bolsonaro (PSL), a quem chamou de “soldadinho de araque”. Haddad afirmou que Bolsonaro “agora está mentindo, mas ele deixou gravado durante 28 anos o que ele pensa”. Haddad criticou a não participação de Bolsonaro nos debates : “ele não tem corragem de falar na minha cara o que ele falou por whatsapp da minha familia, o que ele falou de mim. Vem falar na minha cara, soldadinho de araque”, provocou.

Haddad chegou em Fortaleza nesta sexta-feira, 19, acompanhados da candidata a vice-presidente Manuela Dávila e de Guilherme Boulos (PSOL), que também foi candidato a presidente.

Sem a presença de Cid Gomes, que resolveu fazer campanha em Sobral, a caminhada começou por volta das 8 horas, indo até a praça do Ferreira, onde foi realizado o comício.

Haddad, Manuela Dávila e Guilherme Boulos (PSOL), acompanhados do governador Camilo Santana (PT), devem seguir agora a tarde para o Cariri, onde participam de uma carreata e um comício no Crato.