Coligação de Alckmin abocanha 48% do Fundão

Cada candidato a presidente poderá gastar até R$ 70 milhões no primeiro turno e R$ 35 milhões no segundo turno


Equipe Focus

A Folha de hoje faz um balanço da distribuição do fundo que os partidos têm direito para as eleições. A coligação formada em torno de Geraldo Alckmin (PSDB) ficou com 48% do total. Ou seja, R$ 828 milhões. Porém, essa verba não pode ser usada integralmente pela campanha presidencial do tucano. É bom lembrar que os valores dos fundos serão distribuídos proporcionalmente aos candidatos das nove siglas coligadas, a governador, senador e deputados. No entanto, ao reforçar os palanques locais naturalmente será reforçado o palanque do candidato a presidente

Além disso, as campanhas presidenciais possuem um teto oficial. Cada candidato poderá gastar até R$ 70 milhões no primeiro turno e mais R$ 35 milhões em eventual segundo turno.

Veja abaixo a divisão