Cid faz “diálogo no café da Câmara” dois anos depois do confronto com “achacadores”

As articulações para viabilizar a candidatura de Ciro tem levado o ex-governador a lugares inusitados diante do histórico de sua trajetória política


Articulador da aliança pró-Ciro, Cid tem visitado deputados na Câmara, casa que um dia disse estar repleta de achacadores.

Por Fábio Campos
fabiocampos@focus.jor.br

As articulações para viabilizar a candidatura a presidente de Ciro Gomes (PDT) tem levado o ex-governador Cid Gomes a lugares que podem parecer inusitado diante do histórico recente de sua trajetória política. Em março de 2015, o então ministro da Educação, teve que comparecer ao plenário da Câmara explicar a declaração de que haveria  “uns 400 deputados, 300 deputados” achacadores.

A sessão acabou em um confronto verbal entre Cid, Eduardo Cunha e vários deputados. No fim das contas, o resultado foi a saída do cearense do Ministério e o começo do fim de Eduardo Cunha como líder maior da Casa.

Cid agora fez no Facebook o registro de sua mais recente visita à Câmara dos Deputados, quando se reuniu com um pequeno grupo de deputados federais. No post, escreveu o seguinte: “Bom diálogo esta semana no cafezinho da Câmara… PSB, PCdoB e PDT. Pernambuco, Sergipe, Ceará, São Paulo e Rio de Janeiro”.