Acrísio Sena afirma que Ciro e Lula estão no mesmo campo e que não haverá polêmica

Para Acrísio, “tão criando uma falsa polêmica. Camilo lidera um arco de aliança amplo. Como querer exclusividade? O que não poderíamos querer era antagonismos".


Por Edvaldo Araújo
edvaldo@focus.jor.br

Que crise que nada! Para o presidente do PT em Fortaleza, vereador Acrísio Sena, o PT deveria comemorar de ter em seu palanque estadual dois candidatos como Ciro Gomes e Lula. “Não estamos falando de duas candidaturas antagônicas, mas de dois candidatos do campo da centro-esquerda, que se contrapõem a política conservadora, neoliberal e autoritária”.

Nesta quarta-feira, 13, jornais locais trazem declarações antagônicas da deputada federal Luizianne Lins (PT) e do presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT). Enquanto Zezinho aposta na declaração de voto de Camilo a Ciro Gomes, Luizianne Lins afirma que, se isso acontecer, irá disputar internamente a candidatura ao Governo.

Para Acrísio, “tão criando uma falsa polêmica. Camilo lidera um arco de aliança amplo. Como querer exclusividade? O que não poderíamos querer era antagonismos. Não é este o caso. Ciro e Lula, PT e PDT não são antagônicos. E o PT precisa compreender e absolver as realidades regionais”.