Élcio Batista diz que prefeituras têm autonomia para restringir retomada da economia

O secretário-chefe da Casa Civil lembrou que os municípios e regiões cearenses estão vivenciando momentos epidemiológicos diferentes


Foto: Reprodução.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O plano de retomada da atividade econômica, cuja fase de transição começa amanhã (1º), não será igual para todos os municípios cearenses. Segundo o secretário-chefe da Casa Civil, Élcio Batista, a indústria poderá funcionar, mas isso ficará a critério dos prefeitos. “É importante consultar o decreto. Sete municípios entraram em isolamento social rígido”, comentou durante live na tarde deste domingo, 31.

“Nesses municípios, a indústria pode funcionar, mas comércio e serviços não vão poder abrir, nem aqueles que estão previstos no plano, da cadeia de saúde e material de construção”, disse Élcio. Ele ainda informou que os prefeitos terão autonomia. “Os prefeitos tem autonomia para definir uma restrição ainda maior ou não”.

O secretário Élcio Batista lembrou que os municípios e regiões cearenses estão vivenciando momentos epidemiológicos diferentes. “Fortaleza nas últimas semanas está tendendo a uma estabilidade e aparentemente estamos em uma curva decrescente. Nós precisamos de mais tempo para saber se isso está mesmo acontecendo”, ressaltou.

O secretário-chefe da Casa Civil ainda disse que a região Norte do Ceará em um “momento epidemiológico distinto”. “Não necessariamente nessa região o plano vai ser implementado no mesmo momento”, frisou. De acordo com Élcio, por essa razão o transporte intermunicipal não irá voltar agora, respondendo uma das dúvidas enviadas pela população durante a live.

“Está na última fase. Foi liberado o metroviário e o metropolitano, mas o transporte municipal, justamente por ligar os municípios e pelos momentos epidemiológicos diferentes só vai voltar na última fase”, pontuou.