Produção da indústria têxtil apresenta queda de 3,8%

Produção da indústria têxtil apresenta queda de 3,8%.


Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A produção da indústria têxtil e de confecção brasileira recuou 3,8% entre no período de janeiro a junho deste ano em relação com a mesma época do ano passado. Os dados são da Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) e apontam também que as vendas do setor no varejo apresentaram recuo de janeiro a maio de 3,5%.

De acordo com o presidente da Abit, Fernando Pimentel, entre as razões que explicam os resultados negativos estão o inverno menos rigoroso, a greve dos caminhoneiros, a queda de consumo durante a Copa do Mundo e as incertezas com o processo eleitoral.

A Abit revisou a previsão de crescimento do setor no ano. Agora, a expectativa de crescimento entre 0,4% e 1%. Antes, era de 2,5%. O faturamento esperado para este ano é de US$ 46 bilhões, ou R$ 154 bilhões, valor no mesmo patamar de 2017, quando o total faturado foi de US$ 45 bilhões, ou R$ 144 bilhões.

2019
A Abit afirma que há “visão positiva” e “favorável” neste momento em relação a 2019. Pimentel afirma que “elementos de incerteza” relacionados ao processo eleitoral deste ano estarão resolvidos. A expectativa é de crescimento na produção de cerca de de 3% e no varejo, entre 3% e 4%.

 

Com Agência Brasil