“Não haverá mais Refis”, afirma novo secretário da Receita Federal

A sonegação, que gera perdas entre R$ 300 bilhões e R$ 400 bilhões anuais, também será combatida


Foto: Divulgação Twitter

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O novo secretário da Receita Federal do Governo Bolsonaro, Marcos Cintra, informou que irá trabalhar para que não haja mais programas de renegociação de dívidas tributárias, popularmente conhecido como Refis.

A ideia, segundo ele, é incluir na legislação uma cláusula vedando novos programas. “Nem me fale em Refis. Sou contra. Vou facilitar e simplificar, mas não vou perdoar”, disse ele em entrevista ao Valor.

Cintra também garantiu que irá intensificar a cobrança de tributos pendentes, atualmente girando em R$ 3 trilhões. A sonegação, que gera perdas entre R$ 300 bilhões e R$ 400 bilhões anuais, também será combatida.