Guedes projeta dez anos de crescimento sustentável com aprovação da reforma da Previdência

Ministro da Economia foi empossado hoje, em Brasília


Crédito: Divulgação

Átila Varela
atila@focus.jor.br

O atual ministro da Economia, Paulo Guedes, informou hoje, 2, que o primeiro grande desafio do Governo Bolsonaro é enfrentar o problema previdenciário.

Segundo ele, caso seja aprovada, o País o problema estará controlado por dez anos. “Se for aprovada, em dois ou três meses, teremos dez anos de crescimento sustentável”, destacou durante a cerimônia de posse, em Brasília.

Guedes também falou do déficit público, reforçando a necessidade das reformas. “Não precisa crescer dramaticamente (gastos públicos). É não deixar crescer no ritmo que cresceu. O teto está aí, mas sem parede de sustentação, cai. As disfunções financeiras, que foram trocando de forma, não estão distantes. As expectativas são favoráveis, se empreendermos as reformas”, destaca.

“Essa insistência do Estado no motor do crescimento produziu essa expansão de gastos públicos no PIB, corrompendo a política e estagnando a economia. O Brasil parou de crescer pelo excesso de gastos”, pontua.

O ministro da Economia também criticou a transferência de recursos dos bancos públicos. .  “Foi criada uma perversa de transferência de verba. Os recursos dos bancos não foram para o para o microcrédito. Os grande projetos, piratas perversos, criaturas do pântano político se apropriaram disso contra o povo brasileiro”, finaliza.