Venda de calçados recua, mas Ceará continua o 2º maior exportador do País

O setor de calçados é responsável por 13% do valor exportado pelo Estado.


(Foto: Divulgação Fiec)

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Atrás do Rio Grande do Sul, o setor de calçados do Ceará é o segundo maior em vendas para o mercado externo do Brasil em valores, totalizando US$ 133,7 milhões no acumulado do ano. O número, no entanto, é 5,7% inferior ante a igual período em 2018. Os dados são do estudo setorial do Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).

O setor detém fatia de 13% das vendas externas do Estado, mas apresentou declínio nos últimos dois anos. A participação dos calçados cearenses caiu entre 2016 e 2018, puxada pela alta das exportações do segmento metalmecânico, iniciadas em 2016. Em contrapartida, as importações subiram 61,7%, contabilizando US$ 5,5 milhões em 2018. Argentina e Estados Unidos são os principais destinos destas exportações.

O país sul-americano comprou mais de US$ 29,3 milhões enquanto os Estados Unidos importaram mais de US$ 25,1 milhões. Juntos, somam 40% do total exportado pelo Estado no primeiro semestre de 2018. A China mantém-se como primeira colocada nas importações, com US$ 4,8 milhões, sobretudo na compra de insumos para a confecção dos calçados. Taiwan, em terceiro, se destaca por aumentar as suas vendas ao Ceará em mais de 280% em relação ao mesmo período do ano passado.