Câmara aprova regulamentação do Uber em Fortaleza

Exigências devem encarecer o serviço.


Da Redação
focus@focus.jor.br

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou por 30 votos a 1 a regulamentação dos aplicativos de transporte. O texto impõe uma série de mudanças, que devem encarecer o serviço, como ISS, taxa por uso da malha viária e veículos com cinco anos de uso no máximo.

A proposta é de autoria da Prefeitura e levantou polêmica. A Uber pediu mobilização para que o projeto sofresse alterações.

Entre as mudanças durante a tramitação estão o tempo de carência, que subiu de 24 para 36 meses, para que motoristas se adequem ao tempo de uso do veículo. Também foram incluídas novas possibilidades para que a taxa de uso da malha viária seja reduzida de 2% para 1% de cada corrida.

Leia também 

+”Vereadores decidem contra a vontade da população”, diz Uber sobre Fortaleza

+Projeto do Município prevê ISS e taxa para Uber; valor pode ser reduzido em troca de obras públicas

+Regulamentação prevê curso e credenciamento para motoristas do Uber

+Prefeitura quer dados das corridas dos aplicativos, incluindo mapa do trajeto

+Prefeitura propõe aumento da quantidade de táxis em Fortaleza

+Projetos para Uber e Táxi começam a tramitar na Câmara Municipal; confira íntegras