Brasil ficará entre os 50 melhores países do mundo para negócios, afirma Bolsonaro

Declaração foi feita hoje, 22, em seu discurso de abertura no Fórum Econômico Mundial, realizado em Davos, Suíça


Foto: Divulgação Youtube

Átila Varela
atila@focus.jor.br

O presidente Jair Bolsonaro destacou que até o final de seu mandato, o Brasil vai figurar no ranking dos 50 melhores países para se fazer negócio no mundo. A declaração foi feita hoje, 22, em seu discurso de abertura no Fórum Econômico Mundial, realizado em Davos, Suíça.

“Tenho certeza de que, até o final do meu mandato, nossa equipe econômica, liderada pelo ministro Paulo Guedes, nos colocar no ranking dos 50 melhores países para se fazer negócios”, afirmou.   Nossas relações internacionais serão dinamizadas pelo ministro Ernesto Araújo, implementando uma política na qual o viés ideológico deixará de existir”, disse o presidente.

Bolsonaro também quer que os países restabeleçam a confiança no Brasil. Informou que governará “pelo exemplo”. “Queremos governar pelo exemplo. E queremos que o mundo restabeleça a confiança que sempre teve em nós. Vamos diminuir a carga tributária, simplificar as normas e facilitando a vida de quem deseja produzir e empreender, investir e gerar empregos. Trabalharemos pela estabilidade macroeconômica, respeitando os contratos, privatizando e equilibrando as contas públicas”, ressaltou.

O presidente também lembrou do período eleitoral e afirmou ter assumido o País em meio a uma crise ética, moral e econômica.  “Nas eleições, mesmo gastando menos de US$ 1 milhão, e com apenas poucos segundos de televisão, e sendo injustamente atacado todo tempo, conseguimos a vitória. Assumi o Brasil numa profunda crise, ética, moral e econômica. Temos o compromisso de mudar a nossa história. Pela primeira vez no Brasil um presidente montou uma equipe de ministros qualificados”, finalizou.