Após anúncio da “Lava Jato da Educação”, ações das principais empresas do segmento caem

Papéis de Estácio e Kroton apresentaram as maiores retrações


Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Apesar da queda de 0,97% do dólar comercial, batendo a R$ 3,70, as ações das principais empresas de educação registraram  hoje, 15, perdas após o Governo anunciar que pretende conduzir investigações sobre supostos casos de corrupção na área.

O anúncio da “Lava Jato da Educação” fez com que os papéis vendidos pela Kroton caíssem 6,21%. Já as ações da Estácio despencaram 5,2%. O resultado também impactou no Ibovespa. Nesse sentido, a Bolsa de Valores fechou com retração de 0,5%.

Mais cedo, o ministro da Educação, Ricardo Vélez e o ministro da Justiça, Sergio Moro, assinaram acordo para investigar os indícios de corrupção do Ministério da Educação (MEC).