Dra. Mayra culpa Camilo, Doria e Witzel por mortes por COVID-19

Segundo a a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Governo Bolsonaro, os óbitos eram "evitáveis"


Foto: Reprodução

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A Secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Governo Bolsonaro, Mayra Pinheiro, culpou os governadores, prefeitos e secretários de saúde pelas mortes nos Estados do Ceará, São Paulo e Rio de Janeiro. Segundo ela, os óbitos eram “evitáveis”.

“SP 15.996 mortes por COVID. RJ 7.363 mortes por COVID. CE 6.351 mortes por COVID-19. Todas essas mortes evitáveis deveriam ser colocadas sob responsabilidade dos governadores, prefeitos, secretários de saúde e instituições desses Estados, que impediram ou dificultaram o acesso as medicações para tratamento da doença”, escreveu a secretária em seu Twitter hoje, 8. A postagem foi removida horas depois.