Disputa interna do PSL vira guerra digital nas redes sociais

Os deputados Joice Hasselmann e Eduardo Bolsonaro passaram o sábado trocando farpas e acusações pelo Twitter, acirrando ainda mais a disputa interna no partido


Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A disputa interna do PSL virou uma guerra de postagens nas redes sociais. Durante o sábado, dois dos principais protagonistas da disputa, Eduardo Bolsonaro e Joice Hasselmann, trocaram acusações verbais. Pelo Twitter, os dois movimentaram suas militâncias digitais.

Depois de ser retirada da liderança do governo na Câmara e de ser comparada a uma nota de R$ 3,00 pelo deputado Eduardo Bolsonaro, Joice contra-atacou neste sábado. Pelo Twitter, ela chamou Eduardo de “moleque” e de nem-nem (nem embaixador, nem líder do partido). “Robôs, neuróticos e paus-mandados se vão com a campanha do filhote nem-nem @BolsonaroSP contra mim. Tem dinheiro público nisso? O gabinete da maldade está empenhado? Aqueles perfis fakes tbm? NÃO TENHO MEDO DE VC, MOLEQUE. Olha aí, a maioria esclarecida sabe o q tá acontecendo”, afirmou em uma postagem do Twitter.

Eduardo Bolsonaro retrucou. Em sua página, replicou tweets, comentou postagens e por fim, criou a hastag #DeixeDeSeguirAPepa, conclamando a todos a deixarem de seguir a pagina da deputada.