Disputa entre Hapvida e SulAmérica divide sócios da HB Saúde

Enquanto Hapvida ofertou R$ 650 milhões, a SulAmérica entrou com 563 milhões


Grupo HB Saúde. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O Hapvida e a SulAmérica disputam a aquisição da HB Saúde, maior operadora de convênio médico de São José do Rio Preto, no Interior de São Paulo.

Enquanto Hapvida ofertou R$ 650 milhões, a SulAmérica entrou com 563 milhões.

A duas propostas estão na mesa, mas há um impasse entre os 500 médicos acionistas da HB.

Uma metade aposta no Hapvida, visto que a cearense é amplamente verticalizada. Já a SulAmérica, que também investe no modelo, é abraçada pela outra metade.

Muitas são as dúvidas. O receio é de que após a aquisição, os médicos associados temem que ocorra uma perda de receita caso a HB Saúde seja verticalizada.

Segundo fontes, o Hapvida estaria disposto a pagar R$ 82 por consulta no prazo de três anos. Já a SulAmérica põe na mesa o valor de R$ 87 em seis anos.