Delegado Waldir entrega liderança do PSL na Câmara e dispara: “não sou subordinado a nenhum presidente”

"O meu partido, o PSL, decidiu retirar a ação de suspensão de cinco parlamentares e aceitamos, democraticamente, uma nova lista que foi feita por parlamentares. Já estarei à disposição do novo líder", disse o parlamentar


Deputado Federal Delegado Waldir (PSL-GO). Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O deputado federal Delegado Waldir, do PSL, anunciou que vai abrir mão da liderança do PSL na Câmara.

“O meu partido, o PSL, decidiu retirar a ação de suspensão de cinco parlamentares e aceitamos, democraticamente, uma nova lista que foi feita por parlamentares. Já estarei à disposição do novo líder”, ressaltou.

Na sequência, complementou: “quero dizer que não sou subordinado a nenhum governador, a nenhum presidente, mas sim ao meu eleitor. Vou continuar defendendo as prerrogativas do Parlamento. Nós não rasgamos a Constituição ainda. A Constituição prevê que o Executivo não deve interferir no Parlamento, em nenhuma ação”.