Déficit das contas públicas deve permanecer até 2025

Mesmo que a reforma da Previdência seja aprovada, o Brasil só sairia do vermelho em meados de 2026


Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O País vai continuar a registrar déficit nas contas públicas até 2025. É o que aponta relatório da Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão auxiliar do Senado, divulgado hoje, 15.  Mesmo que a reforma da Previdência seja aprovada, o Brasil só sairia do vermelho em meados de 2026.

O documento também mostrou o alto risco de descumprimento do teto de gastos a partir de 2022. Para 2019 e 2020, a IFI considera baixas as chances de os gastos estourarem o teto, mas vê risco moderado em 2021.

O principal fator para a revisão das projeções foi a piora nas previsões de crescimento econômico e na arrecadação do Governo no curto prazo. A IFI reduziu de 2,3% para 1,8% a estimativa de expansão do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos) para 2019. Para 2020, a instituição revisou a estimativa de crescimento de 2,36% para 2,24%.