Decreto de Camilo permite trabalho dos advogados durante lockdown em Fortaleza

Escritórios de advocacia vão poder funcionar, mas somente para trabalhos internos e sem receber clientes.


Foto: Reprodução.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Como antecipado pelo Focus no dia 15 passado, o Governo do Ceará autorizou a circulação de advogados em serviço e o funcionamento interno (sem a presença de clientes) dos escritórios de advocacia. A autorização veio no âmbito do decreto que prorrogou o período de isolamento rígido até 31 de maio.

De acordo com o decreto assinado por Camilo Santana, fica autorizada a circulação do profissional da advocacia no município de Fortaleza quando necessária a presença do advogado para a prática de ato ou o cumprimento de diligências necessárias à preservação da vida ou dos interesses de seus clientes.

Ainda de acordo com o decreto, não será permitido qualquer tipo de atendimento presencial em escritório, mesmo que
com hora marcada. No entanto, fica assegurada a comunicação presencial com clientes que estejam presos.

O portal Focus.jor deu a notícia em primeira mão, não última sexta-feira,15. (Aqui). A medida vale somente para o município de Fortaleza.

Leia Mais
+ Ceará pode reconhecer advocacia como serviço essencial na pandemia da COVID-19
+ COVID-19: Exercício da advocacia não está proibido durante lockdown no Ceará
+ COVID-19: Com Ceará de fora, advocacia é considerada serviço essencial por outros estados
+ Lockdown: entidades da advocacia querem a inclusão da classe como serviço essencial