Datafolha e Instituto Paraná registram novas pesquisas em Fortaleza

Os dois institutos vão abordar os eleitores de Fortaleza praticamente no mesmo dia. Os resultados serão divulgados na quarta-feira, 28.


Numa corrida eleitoral de tiro curto, pesquisa tem que sair toda semana. Vem aí uma nova rodada para a Capital do Ceará. Datafolha e Instituto Paraná registaram pesquisas para medir a intenção de voto na disputa pela Prefeitura de Fortaleza.

O Datafolha vai ouvir 868 eleitores entres os dias 26 e 27 de outubro. A previsão é divulgar o resultado já no dia 28. Como se trata de uma contratação do O Povo, a divulgação fica a critério do jornal. Porém, em campanha curta não há sentido em não divulgar os números ainda bem quentes.

Com margem de erro de três pontos percentuais, o questionário da 2ª pesquisa Datalfolha em Fortaleza é mais simples do que a 1ª. São bem menos perguntas e o entrevistador vai direto ao ponto com a pergunta espontânea sobre a intenção de voto, a estimulada e a rejeição.

O Paraná Pesquisas vem com uma metodologia diferente. Serão 800 eleitores entrevistados por telefone entre os dias 23 e 27, com divulgação marcada para o dia 28. Portanto, as duas pesquisas devem sair no mesmo dia.

A um custo de R$ 15 mil, o Paraná foi contratado pela empresa Editora e Gráfica Cearácom. O custo do Datafolha  é de R$ 68,2 mil. O questionário também vai direto ao ponto medindo a intenção de voto espontâneo, estimulado e a rejeição dos candidatos.

Nenhuma das duas pesquisas faz cruzamentos com projeções de segundo turno.

 

 

Fábio Campos

Jornalista graduado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), foi repórter de política e articulista do O Povo, o mais tradicional veículo de jornalismo impresso do Ceará, onde editou a Coluna Política por 14 anos (1996-2010) e a Coluna Fábio Campos por sete anos (2010-2017). Também foi editorialista do mesmo veículo entre 2013 e 2017. Concomitantemente às funções no jornal, editou o Anuário do Ceará por 15 anos, modernizando o conteúdo e o projeto gráfico da prestigiada publicação. Apresentou o programa Jogo Político na TV O Povo por 12 anos, ancorou o programa Contraponto na TV Cidade (Record), foi comentarista de política na TV Jangadeiro (SBT) e na rádio O Povo/CBN. Em agosto de 2017 iniciou a startup Focus.jor.