TJCE inaugura nova sede do 22º Juizado Especial Cível da capital

A nova sede passa a funcionar na Faculdade Ari de Sá, no Centro de Fortaleza e contará com salas destinadas à conciliação e espera de audiência, além de espaços para Defensoria Pública e OAB.


O TJCE inaugurou a manhã desta quarta-feira, 11, o novo 22º Juizado Especial Cível de Fortaleza, que passa a funcionar na Faculdade Ari de Sá, no Centro de Fortaleza. As novas instalações contam salas destinadas à conciliação e espera de audiência, além de espaços para Defensoria Pública e Ordem dos Advogados do Brasil.

Para o presidente do TJCE, desembargador Gladyson Pontes, a medida faz parte do “interesse do Judiciário de se aproximar da sociedade e de facilitar o acesso das pessoas à Justiça”. O diretor-presidente da instituição educacional, Oto de Sá Cavalcante, disse ter achado a iniciativa excepcional. Segundo ele, a parceria beneficia a todos. “Estamos oferecendo um serviço à sociedade, exercendo cidadania, ao mesmo tempo em que nossos alunos ganham muito com a vivência prática”.

A Capital possui 24 Juizados Especiais, sendo 20 Cíveis (localizados nos bairros para descentralizar o atendimento) e 4 Criminais (sediados no Fórum Clóvis Beviláqua). As unidades foram criadas pela lei federal nº 9.099, de 26 de setembro de 1995. No Ceará, funcionam conforme a lei estadual nº 12.553, de 27 de dezembro do mesmo ano. O Interior possui 18 (falta instalar a 2ª em Caucaia).