Pesquisa revela que 90% dos magistrados apoiam o acordo penal

Os magistrados, entretanto, fazem a ressalva da necessidade de participação dos juízes no "plea bargain"


Equipe Focus

Cerca de 90% dos magistrados brasileiros apoiam a implantação da “plea bargain”, uma modalidade de acordo penal aonde o réu, ao assumir o crime, pode ter a pena reduzida. Os juízes, entretanto, aceitam desde que com a participação dos magistrados.  As respostas fazem parte da pesquisa “Quem somos. A magistratura que queremos”, encomendada pela Associação dos Magistrados Brasileiros, divulgada nesta segunda-feira, 11.

A pesquisa ouviu 4 mil magistrados em todo o País.

A consulta indica o apoio acima de 80% dos magistrados ao uso de videoconferência nos processos penais. Revelou também que 80% dos juízes brasileiros apoiam a prisão após condenação em 2ª instância.