OAB cria Coordenação para preparar regulamentação sobre uso de inteligência artificial

O presidente do Conselho Federal, Carlos Lamachia, designou como presidente da Coordenação o advogado José Américo Leite Filho.


A Ordem dos Advogados do Brasil criou a coordenação de inteligência artificial, que tem como objetivo formular uma auto-regulamentação para uso de inteligência artificial no exercício do Direito. O presidente do Conselho Federal, Carlos Lamachia, designou como presidente da Coordenação o advogado José Américo Leite Filho. “Não somos contra o desenvolvimento tecnológico e temos consciência de que ele é inexorável. Isso não quer dizer, no entanto, que vamos tolerar oportunistas que querem colocar a advocacia num papel marginal e subalterno através da massificação desordenada e desregrada dessas ferramentas”, disse Lamachia.

“O uso de inteligência artificial é muito importante para o Direito e uma tendência global, mas é preciso assegurar que isso não represente uma industrialização do uso da Justiça em detrimento da possibilidade de ajustes e acordos que não sobrecarreguem os tribunais e as empresas”, afirmou Leite Filho. “