Além do PSL, 14 outros partidos podem ter recebido dinheiro para financiar campanhas de “laranjas”

Além do próprio PSL, entram no rol o Pros, PRB, PR, PSD e MDB


Sergio Moro, ministro da Justiça / Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O ministro da Justiça, Sergio Moro, afirmou que serão investigados casos de candidaturas “laranjas” do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo noticiado pela Folha de São Paulo, cerca de 53 candidatos receberam mais de R$ 100 mil para financiarem campanhas. Contudo, eles saíram derrotados nas urnas e com menos de mil votos.

Além do próprio PSL, outros 14 partidos receberam a verba, entre eles o Pros, PRB, PR, PSD e MDB.