CVM analisa possibilidade de abrir investigação sobre divulgação de troca na Petrobras

A mudança teve forte impacto sobre o valor das ações da petrolífera.


Petrobras. Foto: Agência Brasil

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) estuda a possibilidade de abrir um processo administrativo para investigar a demissão do atual presidente da Petrobras Roberto Castello Branco e a nomeação do general Joaquim Silva e Luna para o comando da estatal.

A mudança teve forte impacto sobre o valor das ações da petrolífera. O valor de mercado da Petrobras despencou R$ 28 bilhões na bolsa de valores de São Paulo entre as primeiras declarações de Bolsonaro sobre “mudar alguma coisa” e o anúncio oficial. Em Nova York, os papéis continuaram caindo mesmo após a divulgação do novo nome.

Agora, a CVM vai avaliar se o anúncio seguiu as regras de divulgação de fatos relevantes que possam ter impacto no valor das ações das companhias.