COVID-19: Pfizer fechou venda de vacina para mais de 30 países

Dessas primeiras 50 milhões de doses, metade deve ficar nos Estados Unidos já este ano


Foto: Divulgação.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A Pfizer fechou acordo com mais de 30 países, entre eles os Estados Unidos, que já compraram 100 milhões de doses antecipadamente. Há uma questão de logística sobre o armazenamento e transporte da vacina, que requer temperaturas de menos 70 graus Celsius para se manter estável.

Na terça-feira, 17, a Pfizer e BioNTech reforçaram que estão trabalhando para escalar a produção, na expectativa de chegar a 50 milhões de doses – suficientes para imunizar 25 milhões de pessoas – até o fim do ano, e a 1,3 bilhão de doses em 2021.

Dessas primeiras 50 milhões de doses, metade deve ficar nos Estados Unidos já este ano, após o acordo feito pelo presidente Donald Trump, de US$ 1,95 bilhão.

Americanos vão receber a vacina gratuitamente. Há possibilidade de compra de outras 500 milhões de doses ao longo do próximo ano. O Reino Unido negociou 30 milhões de doses. O Japão, 120 milhões. A União Europeia fechou acordo para comprar 300 milhões.