COVID-19: Camilo sanciona uso de placas de acrílico como anteparo em supermercados e prédios públicos

As dimensões deste anteparo de acrílico ou plástico terão que abranger, por completo, a área de contato entre o cidadão e o atendente do caixa de supermercados, das farmácias, da recepção do prédio público ou privado, comercial ou não, dos estabelecimentos comerciais e congêneres do Ceará


Supermercado. Foto: Divulgação

Equipe Focus*
focus@focus.jor.br

O governador Camilo Santana sancionou ontem a lei que faculta os supermercados, farmácias e prédios públicos a instalação de placa de acrílico ou plástico transparente como anteparo. A ideia é proteger o contágio da COVID-19.

“Poderão os caixas de supermercados, farmácias, recepção de prédios públicos e privados, comerciais ou não, estabelecimentos comerciais em geral e congêneres, no âmbito do Estado do Ceará, instalar placa de acrílico ou plástico transparente como anteparo”, destaca. O projeto que virou lei é de autoria do deputado estadual Walter Cavalcante, com coautoria do deputado Vitor Valim.

As dimensões deste anteparo de acrílico ou plástico terão que abranger, por completo, a área de contato entre o cidadão e o atendente do caixa de supermercados, das farmácias, da recepção do prédio público ou privado, comercial ou não, dos estabelecimentos comerciais e congêneres do Ceará.

* Correção:  A matéria é de autoria do deputado Walter Cavalcante e não do deputado Delegado Cavalcante como afirmado. 

Leia Mais
+Atenção: Camilo libera academias, mas exclui retorno de escolas e bares na próxima segunda, 27