Consumidor deixa para comprar em saldões produtos caros com desconto

O percentual daqueles que diziam aguardar saldões para fazer as compras era 64%, em 2013, ante os 71% de 2019


Foto: Freepik.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Do total de consumidores brasileiros, 70% esperam promoções e saldões para adquirir produtos de maior valor. São exemplos desses produtos os eletrodomésticos, móveis, celulares, eletrônicos e automóveis. As informações são da pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira sobre práticas de consumo, divulgada nesta terça-feira, 14, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Com base no relatório, o percentual daqueles que diziam aguardar saldões para fazer as compras era 64%, em 2013, ante os 71% de 2019. Entre os brasileiros com renda familiar de até um salário mínimo, 78% costumam buscar informações sobre garantia e serviços de pós-venda.

Este número diminui à medida que a renda familiar cresce. Por exemplo, 69% dos brasileiros de famílias que recebem mais de cinco salários mínimos têm o hábito de pesquisar por esses aspectos antes da compra do item de maior valor. De acordo com a avaliação da CNI, uma possível explicação para o maior interesse das pessoas de renda mais baixa é que elas demoram mais para trocar bens de maior valor.

Com Agência Brasil